Geral

Morre aos 70 anos o cantor e compositor cearense Belchior

Foto: Reprodução/ Facebook

Morreu na noite do último sábado (29), em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos, o cantor e compositor cearense Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, mais conhecido como Belchior. A morte foi confirmada por familiares, que não informaram a causa.

Em nota, o governador do Ceará Camilo Santana lamentou a morte do músico e decretou luto oficial de três dias no estado.

"Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no País, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias”, escreveu o governador.

Belchior fez sucesso na década de 70 com sucessos como “A Palo Seco” e “Apenas um rapaz latino-americano”. A influência na música veio do pai, que tocava flauta, e da mãe, que se apresentava em corais de igreja. Belchior iniciou os estudos em medicina, mas abandonou o curso para seguir carreira artística.

Desde 2008, o cantor não tinha residência física. Segundo o jornal O Povo, o corpo de Belchior deve ser levado ainda hoje para o Ceará e o sepultamento deve ocorrer em Sobral, cidade onde nasceu o cantor.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI