Geral

Trecho da BR-153 é liberado após quatro meses de obra, em Aparecida de Goiânia

Diomício Gomes
Trecho da BR-153 sobre Ribeirão Santo Antônio, em Aparecida, é liberado

O tráfego na BR-153, sobre a ponte do Ribeirão Santo Antônio, em Aparecida de Goiânia, já está liberado para todos os tipos de veículos. A sinalização vertical e horizontal também foi entregue pela concessionária Triunfo Concebra, responsável pelo trecho. Um grave acidente foi registrado neste local no dia 24 de dezembro, quando seis pessoas morreram.

A liberação do tráfego ocorreu após inspeção da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e equipe técnica da Triunfo Concebra. A concessionária informou que a obra foi necessária porque o sistema de drenagem do local foi construído na década de 50 e não suportava mais a capacidade da vazão de água das chuvas ao Ribeirão Santo Antônio.

As fortes chuvas registradas no início do ano também provocaram erosão no pavimento e com análise de consultores estruturais e geotécnicos foi constatado o comprometimento da estrutura e fundação do bueiro e dos aterros laterais.

Números

A empresa informou que mais de 90 profissionais trabalharam entre fevereiro e maio deste ano. Informou, também, que foi executada solução adequada para saneamento neste ponto da rodovia. Foi construída uma ponte de concreto armado de 30 metros de comprimento.

A obra contra, segundo a concessionária, com lajes de aproximação estaqueadas, de 6 metros de comprimento cada lado, ficando a obra com uma extensão total de 42 metros, contendo estrutura com 12 vigas pré-moldadas em concreto e com fundação composta por 54 estacas metálicas de 17 metros de comprimento, em média, para suporte das vigas e das lajes de transição.

Local teve acidente grave

Seis pessoas morreram e 40 ficaram feridas após o ônibus em que viajavam colidir com outros veículos que estavam na direção contrária neste local em dezembro do ano passado. O motorista não teria visto a sinalização que indicava que a pista em que transitava, no sentido norte, se tornava de mão dupla por conta da erosão que havia tomado conta da pista contrária.

A Polícia Federal (PF) concluiu que houve falhas na sinalização e iluminação do local. O relatório ressalta que a colisão entre o ônibus, um carro da Triunfo Concebra e depois um caminhão, se deu em um local onde havia postes, mas estes estavam inoperantes. Relata ainda que o veículo da concessionária, que estava estacionado para alertar os motoristas, dificultou a visualização da sinalização. A Concebra diz que a sinalização seguia os protocolos exigidos pela legislação.

O problema que causou a erosão já era conhecido. O trecho passa sobre bueiros do córrego Santo Antônio. As estruturas eram insuficientes para o fluxo de água, resultando em erosões na pista. Com um grande volume de chuvas, as fundações afundaram.

Foto: Wildes Barbosa/O POPULAR
Acidente em trecho com desvio, em Aparecida de Goiânia, aconteceu no dia 24 de dezembro. Seis pessoas morreram
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI